- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Prefeito durante reunião nesta segunda-feira (04) – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

O prefeito José Carlos do Pátio (SD), se reuniu na tarde desta segunda-feira (04) na prefeitura, com autoridades e colaborardes para falar sobre qual o destino da empresa de transportes Cidade de Pedra que há seis anos, presta serviço sem a existência de contrato entre poder público e a empresa.

A empresa recorreu ao município alegando que precisa de ajuda para não fechar de vez as portas, mas o poder público precisa realizar uma licitação para que empresas do mesmo ramo de todo o Brasil e que tenham interesse de investir, possam participar do processo e trazer melhorias e novas propostas para o transporte público de Rondonópolis.

INCERTEZA

- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Trabalhadores participaram da reunião na prefeitura – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

Cerca de 20 trabalhadores da empresa participaram dessa reunião e fizeram diversos questionamentos ao prefeito, dizendo que não existe saída e caso não encontre uma solução mais de 140 trabalhadores correm o risco de ficar desempregados no prazo de 90 dias.

Leia também:  Moradores fazem protesto contra Ecoponto instalado na Vila Paulista

Por se tratar do primeiro diálogo, e essa reunião ter sido agendada após o manifesto dos trabalhadores da empresa na última quarta-feira na Câmara de vereadores, ela foi coordena pela equipe de governo e Secretária de trânsito (Setrat).

PASSE LIVRE

Segundo o prefeito, a partir de agora “reuniões devem acontecer de forma semanais com representantes da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o Sindicato do Comércio Varejista (SINCOM) e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Terrestre de Rondonópolis e Região (STTRR), mas primeiro é preciso fazer todos os trâmites”, disse Zé Carlos do Pátio.

Se caso uma nova empresa aceitar participar da licitação, quem deve sair ganhando é o usuário de transporte, pois o município tem o interesse de aumentar o valor de ajuda no passe livre de 38.5% para 50%.

Leia também:  Saiba como adquirir aquela desejada marquinha de bronze em 10 minutos
- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Paulo Sérgio e vereadores discutindo a situação da empresa – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

NOVA REUNIÃO

Uma nova reunião ficou marcada para acontecer a portas fechadas na manhã desta terça-feira (05) na prefeitura.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.