Os conselheiros municipais de Direitos da Criança e Adolescente do Estado de Mato Grosso participaram nesta segunda-feira (11.03) de uma capacitação sobre o Processo Unificado de Escolha de Conselheiros Tutelares 2019. A iniciativa é do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca-MT), vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), com o apoio do Ministério Público de Mato Grosso.

O principal objetivo do evento foi esclarecer dúvidas frequentes diante da proximidade do processo, que será realizado no dia 06 de outubro em todo o Brasil.

O procurador-titular da Procuradoria Especializada em Defesa da Criança e Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, agradeceu a todos e ressaltou a importância das parcerias para a realização do evento. “Parabenizo o Cedca, a Setasc e todos os parceiros por esse evento. É um prazer que isso aconteça aqui no Ministério Público. Há presença maciça de conselheiros de direitos para alinhar as dúvidas e atuar mais firme na defesa dos direitos da criança e adolescente”, disse.

Leia também:  Campanha "Adote um idoso" ganha as redes sociais e festa é realizada neste domingo

Representando a presidente do Cedca, o ex-presidente e atual conselheiro, Mauro César Souza, participou da solenidade de abertura e salientou a necessidade do diálogo constante com os gestores municipais. “Precisamos desse diálogo direto durante o ano, para conseguirmos conselheiros efetivamente comprometidos com a causa da criança e adolescente”, comentou.

Mauro ainda apresentou o perfil dos conselheiros tutelares que participaram do Processo de Escolha Unificado no ano de 2015, com informações complementares e tirou dúvidas dos profissionais, para que possam exercer com mais eficácia a política de assistência social.

Para a gestora do município de Nortelândia, que representou a presidente da Associação Para Desenvolvimento Social de Mato Grosso (APDM), Márcia de Húngaro Fernandes, as capacitações são necessárias para o fortalecimento de todo o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e Adolescente.

Leia também:  1º encontro nacional de agricultores indígenas para discutir demarcação de terras e transgênicos acontece em MT

“Este trabalho de união e parcerias é importante para todos os gestores presentes. Há muitas dúvidas, principalmente pelos gestores novos e hoje cada município está conseguindo esclarecer e fortalecer toda rede de política, em relação à criança e adolescente, espero que a execução da escolha, seja realizada com êxito”, pontuou.

“Para nós é um prazer estar contribuindo com esta capacitação. O nosso ideal é o mesmo aplicar, ampliar políticas públicas e defender para que os direitos da criança e adolescente sejam garantidos. O Cedca está de parabéns por convocar os presidentes, auxiliar e capacitar, para que estes tenham condições de programar o processo de escolha que vem de encontro com a realidade de violências contra as nossas crianças e adolescentes”, destacou Wagner Vinícius de Lima, representante da Associação de Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares de Mato Grosso.

Leia também:  Governo inaugura trincheira que conecta Cuiabá com todas regiões do estado

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.