O prefeito Zé Carlos do Pátio voltou a se reunir na manhã desta quinta-feira (7) com os bororos da Aldeia Tadarimana. Os representantes dos indígenas juntamente com o secretariado municipal e o prefeito adotaram medidas que serão postas em práticas para atender necessidades imediatas da comunidade nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e agricultura.

O prefeito definiu com a equipe da Saúde a contratação de dois odontologistas que passarão a atender a aldeia, já que esta era uma das principais reivindicações dos bororos. Ainda na questão da Saúde, será ampliado o atendimento e prevenção à dependência química, um dos problemas enfrentados pela comunidade indígena.

Segundo dados da Saúde Municipal, hoje, três fazem o acompanhamento do Caps – AD na cidade e outros três no Caps – Infanto-juvenil, mas o trabalho de prevenção e acompanhamento também será intensificado dentro da aldeia com psicólogo e terapeuta ocupacional.

Ainda, conforme dados da Saúde, outras áreas, os dados são menos preocupantes, como a cobertura vacinal, que atinge 85% daqueles que habitam a Tadarimana e o acompanhamento vem sendo feito à 100% das mulheres gestantes. Os cachorros, animais de grande apreço para a cultura bororo, também terão atendimento especial, com o envio de veterinários para a aldeia, com o objetivo de tratamento de doença, vacinação e encaminhamento para castração.

A escola principal da aldeia também passará por reforma e ampliação, para melhor abrigar os alunos e garantir qualidade de ensino mais eficiente. Uma equipe da Secretaria Municipal de Educação já esteve na aldeia esta semana e fez os levantamentos para a elaboração do projeto e posterior início das obras.

Também a pedido do prefeito, a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) inicia ainda na tarde desta quinta (7), o trabalho de recuperação das estradas que dão acesso à Aldeia Tadarimana e àquelas dentro da aldeia, que permitem o trajeto entre as chamadas aldeinhas.

A intenção do prefeito é garantir que os bororos tenham uma vida de melhor qualidade com os direitos à saúde, educação, transporte, alimentação saudável mantidos.

Uma nova reunião deve ocorrer nos próximos 15 dias para que seja feito uma análise dos trabalhos já executados na Aldeia Tadarimana.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.