Diego Ferreira e Silva, 24 anos, foi detido na mesma loja de Moto Peças onde o pai dele, Valdecy Leopoldino da Silva de 45 anos, conhecido como “Tainha”, foi assassinado com disparos de arma de fogo. O suspeito foi preso por investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) por adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Diego Ferreira preso na oficina mecânica por policiais da DERF - Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO
Diego Ferreira preso na oficina mecânica por policiais da DERF – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

De acordo com informações repassadas na sede da Derf, os investigadores receberam a informações que diversas peças e motocicletas estariam sendo retiradas do estabelecimento comercial, mesmo estando fechado.

Ao chegarem na loja de Moto Peças, localizada no Jardim Guanabara, os policiais abordaram dois indivíduos no interior da loja, entre eles, Diego Ferreira. Diversas peças e motocicletas com a numeração do chassi modificada foram apreendidas.

Motos apreendidas com sinais de adulterações - Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO
Motos apreendidas com sinais de adulterações – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

Um outro suspeito, identificado pela polícia como Orivan Pereira dos Santos Hori, 32 anos, também foi conduzido a delegai por posse ilegal de arma de fogo. Um revólver calibre 38 foi apreendido dentro de uma mochila. Orivan assumiu que a arma seria dele, e que não possui posse da mesma.

Arma apreendida por investigadores da DERF - Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO
Arma apreendida por investigadores da DERF – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos mesmos e conduzidos a sede da Derf. As informações constam no Boletim de Ocorrência Nº 2019.78000

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.