Imagem: 756b31a1 6d25 4d60 8569 04db1e09c8be
Audiência Pública – Foto: Ismael Roberto

A implantação de uma fábrica de celulose foi tema de uma audiência pública na cidade de Alto Araguaia (a aproximadamente 206 Km de Rondonópolis). O evento aconteceu na sexta-feira (22), no clube da AABB. A empresa EUCA ENERGY apresentou o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) e os Estudos de Impacto Ambiental (EIA), documentos referentes ao licenciamento ambiental para construção da fábrica junto à população araguaiense e autoridades.

Compareceram no evento o governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), os deputados federais Juarez Costa, Neri Geller e José Medeiros; os deputados estaduais Nininho, Delegado Claudinei, Xuxu Dal Molin e Thiago Silva; além da Secretária de Estado de Meio Ambiente (SEMA) Mauren Lazzaretti. Também marcaram presença os prefeitos das cidades circunvizinhas e autoridades locais. Além de contar com a participação de mais de 1.500 pessoas.

A abertura da audiência foi feita com o discurso do prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo (PSB), ressaltando que após o município ter passado por dificuldades por conta da queda da arrecadação, não desistiu de lutar para colocar a cidade nos verdadeiros trilhos do progresso. Os deputados Juarez Costa e Nininho também discursaram e por último o governador Mauro Mendes fez presença no evento para afirmar o compromisso do governo estadual para a implantação da fábrica no município, destacando que o projeto será o maior investimento privado do Estado.

Logo após o engenheiro florestal Marcelo Ambrogi, representante da fábrica apresentou os estudos e análises realizadas sobre os aspectos ambientais sociais e econômicos.

O investimento da Fábrica de celulose será de R$ 9,5 bilhões e terá no período de construção 8 mil empregos e 4 mil contratações diretas e indiretas após instalação.

A empresa Euca Energy pertence ao grupo Girassol Agrícola, tendo como CEO o ex-senador pelo Estado de Mato Grosso, Gilberto Goellner. O grupo conta com os sócios, o engenheiro José Marcos de Alto Araguaia e mais dois empreendedores estrangeiros.

A fábrica terá produção de 2 milhões tonelada de celulose branqueada por ano e gerará cerca de 372 MW de energia. A construção está prevista para 2021 e terá prazo de 24 meses para conclusão.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.