Neste mês de março os rondonopolitanos levaram um susto e muitos foram pegos de surpresa ao receberem a conta de água que teve um aumento de 7,55%.

O reajuste é previsto por lei e é referente a reposição da inflação de 2018, nele está incluso a taxa de lixo com aumento de 3,43%.

O reajuste é amparado pelo Decreto Municipal nº 6.067 de 22 de novembro de 2010, que trata dos reajustes para as tarifas na prestação de serviços para fornecimento de água tratada e coleta de esgoto sanitário, e na Lei Complementar nº 174/2013, que trata dos reajustes para os serviços de coleta, transporte e destinação, tratamento e disposição final ambientalmente adequados dos resíduos sólidos.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.