Imagem: Carlos Fávaro já se prepara ao Senado
Foto: Fávaro lamenta que custos de uma nova eleição saiam do bolso do contribuinte..

Posicionado como pretenso candidato caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (PSL), o ex-governador Carlos Fávaro (PSD) lamentou o fato de que a conta da realização de um novo pleito deverá ficar para o cidadão. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) estima que a realização das eleições suplementares custariam cerca de R$ 10 milhões.

“Temos que começar a refletir como conduzir questões como esta. Uma pessoa despreparada, que comete ilícito, toca uma eleição de forma desleal, a Justiça corrige, mas o ônus fica todo para o cidadão? Enquanto isso, a Santa Casa de Misericórdia fechada, os salários dos servidores públicos atrasados, os governos enfrentando as dificuldades para realizar investimentos. Temos que ficar muito atentos a este fenômeno e extrair um aprendizado com isso”, pontuou.

Leia também:  Ao se deparar com viatura da Polícia, suspeito tenta fugir e é preso com drogas

Fávaro e o também candidato ao Senado, Sebastião Carlos (REDE), foram os proponentes da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que culminou na cassação, por unanimidade, do mandato da senadora Selma Arruda (PSL), nesta quarta-feira (10), pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Ela é acusada de cometer abuso de poder econômico e ‘Caixa Dois’ e vai recorrer, no exercício do mandato, da decisão na Suprema Corte Eleitoral.

Enquanto isso, Fávaro disse que está agindo com cautela e que não dará nenhum passo antes do jogo começar. À respeito da possibilidade de unir o setor do agronegócio em torno de um único nome para a senatoria, já que nas eleições passadas três candidatos se posicionavam ao lado do segmento – Nilson Leitão (PSDB), Adilton Sachetti (PRB) e o próprio Fávaro – e nenhum deles ganhou, disse que ainda é cedo para qualquer avanço neste sentido.

Leia também:  BR-364 será fechada no domingo

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.