O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), anunciou na tarde desta quinta-feira (04) a realização de 114 obras em 90 municípios somente neste ano, sendo que destas 56 são de pontes de concreto. A estimativa é de que elas movimentem mais de R$ 1 bilhão. Entretanto, uma das obras mais esperadas pela população cuiabana – o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – não faz parte do pacote. A definição sobre o futuro do modal deverá sair até o final de 2019.

“É claro que preciso considerar que devemos retomar as obras já iniciadas e que estão paralisadas. Vamos ter que rebolar para cumprir com os compromissos assumidos por gestões passadas. Não seria sensato da minha parte lançar novas obras e deixar essas para trás. Não seria nada prudente. Portanto, elas serão prioridade. Mas não significa que não vamos iniciar novas obras antes de retomar as paralisadas”, pontuou Mendes.

De acordo com o governador, o Estado já tem em caixa cerca de R$ 100 milhões para dar o início aos trabalhos, recursos oriundos do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), aprovado pela Assembleia Legislativa no início do ano. Mendes ainda ressaltou em coletiva à imprensa nesta tarde que as obras passaram pelo rito administrativo, licitação, homologação e assinatura de contrato. Todavia, 35 obras estão sendo analisadas pela Secretária de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e ainda podem entrar no pacote.

As 114 ordens de serviços integram obras inscritas nos programas de financiamento da Sinfra, chegando a cifra de R$ 585 milhões em investimentos e 540 km de malha rodoviária construída, restaurada ou com manutenção prevista. Do montante total, R$ 419 milhões são aportes voltados exclusivamente a obras rodoviárias e outros R$ 166 milhões para execução de obras de arte como pontes.

Imagem: Governador anuncia obras

PPP

O governador também anunciou o lançamento de Parcerias Público Privadas (PPP) para obras de infraestrutura, sendo que a maior delas deverá atender o Vale do Arinos com mais de R$ 32 milhões. A notícia foi comemorada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB), que ressaltou o importante papel na viabilização dos investimentos pelo vice-governador, Otaviano Pivetta, e o secretário de Infraestrutura, Marcelo Padeiro.

De acordo com a parlamentar, a contrapartida dos produtores será de 20%, seguindo os modelo de outras regiões, de acordo com o preenchimento de requisitos como o impacto social e o percentual de grandes produtores. “Fizemos esse trabalho em parceria com prefeitos, vereadores, produtores e lideranças da região. Portanto, quero agradecer a participação de cada uma na construção desta parceria”, comemorou.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.