Cristiano Ronaldo agradece em meio à comemoração dos companheiros de Juve - Massimo Pinca/Reuters
Cristiano Ronaldo agradece em meio à comemoração dos companheiros de Juve – Massimo Pinca/Reuters

A Juventus conquistou um histórico octacampeonato italiano ao vencer a Fiorentina, na Allianz Stadium, em Turim, por 2 a 1, em uma semana difícil, na qual o time foi eliminado pelo Ajax nas quartas de final da Champions League.

Foi o primeiro título do Campeonato Italiano conquistado pelo atacante Cristiano Ronaldo com a camisa da Juve, que se sagrou campeã com cinco rodadas de antecedência.

Com o resultado, a Juventus chegou a 87 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Napoli, que tem 67 e recebe nesta segunda (22) a Atalanta de Bergamo.

A comemoração dos jogadores e dos torcedores, porém, foi intensa, diante do feito. Nenhuma outra equipe na Itália foi campeã oito vezes seguidas. A mais próxima da façanha é a Inter de Milão, pentacampeã entre 2006 e 2010.

No primeiro tempo, a Juventus pareceu se ressentir da eliminação na Champions. O time teve maior posse de bola, mas quem criou as melhores chances foi a Fiorentina, em jogadas agudas. Logo no início, Nikola Milenkovic fez 1 a 0 para a Fiorentina.

O time da casa mostrava certo desentrosamento também em função dos desfalques. Não pôde contar com os zagueiros Chiellini e Cáceres e os atacantes Douglas Costa e Dybala, que costumam estar entre os titulares.

Após tentar alguns chutes de fora da área, com Pjanic, a Juve encontrou o gol por meio de bola parada. O brasileiro Alex Sandro fez de peixinho, após escanteio cobrado da direita, aos 37.

No segundo tempo, a Juve avançou mais em busca da vitória, mesmo lhe bastando o empate para conquistar o título. E em uma jogada na área, o argentino Germán Pezzella acabou fazendo contra, dando a vantagem para a Juventus: 2 a 1.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.