Imagem: Gabriel F Silva suspeito detido
Gabriel F. da Silva – Foto: reprodução

Uma menina de apenas 1 ano e três meses morreu no Hospital de Rondonópolis após ser brutalmente espancada pelo padrasto em Santa Rita do Araguaia (a aproximadamente 207 Km de Rondonópolis), nesta sexta-feira (19). O padrasto da menina identificado como Gabriel Felizardo Silva de 21 anos confessou as agressões e foi preso pelo crime. O indivíduo deve responder por tortura qualificada e homicídio qualificado pelo feminicídio.

A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a ocorrência onde segundo informações a criança deu entrada no Hospital com traumatismo craniano. A criança foi conduzida pela mãe e o padrasto ao Hospital da cidade de Ato Araguaia e foi encaminhada para Rondonópolis, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Inicialmente Gabriel disse em depoimento à Polícia que a criança havia caído da cama. O Delegado Julio César Arana, que investiga o caso, disse que na casa da criança foi encontrada marcas de sangue que remetiam a espancamento. O padrasto acabou confessando o crime e disse que havia ingerido muita bebida alcoólica.

Gabriel relatou que a criança estava chorando muito e ele ficou irritado e acabou agredindo a menina com vários socos na cabeça. O indivíduo ainda disse que a criança acabou desmaiando. A mãe da menina estava dormindo, e Gabriel informou que também mentiu para a mulher falando que a criança havia caído da cama.

Segundo informações a criança apresentava traumas no crânio e tórax.

O padrasto segue detido na Delegacia de Polícia Civil de Mineiros. O caso está sendo investigado.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.