O Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) suspendeu todas as cirurgias eletivas que estavam agendadas para esta terça-feira (16). O motivo para o cancelamento dos procedimentos é a manutenção do aparelho que faz a esterilização dos materiais utilizados nas operações, chamado Autoclave. Além disso, funcionários da unidade denunciam a falta de insumos básicos e de condições de trabalho.

De acordo com a denúncia obtida com exclusividade pelo site AgoraMT, os médicos do antigo Pronto-Socorro se queixam da falta de compressas, pompom, cateter nasal, lâmina de bisturi números 15 e 11, agulha de anestesia de plexo, anestésico ropivacaína. O Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT) recebeu a denúncia e já está apurando o caso.

O AgoraMT entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde para obter respostas quanto às denúncias. Mas, até o momento da publicação desta reportagem, o órgão ainda não havia se posicionado sobre o caso.

Enquanto isso, o novo diretor da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, Dr. Luís Saboia, anunciou a falência da bicentenária instituição, durante a visita realizada na manhã desta terça-feira (16) por vereadores da Capital que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar possíveis desvios por parte de antigos gestores.

Imagem: Pronto Socorro de Cuiabá
Cirurgias foram canceladas devido à falta de materiais e do equipamento que faz a esterilização dos utensílios usados nos procedimentos.

Em nota, a SMS informou que as cirurgias que foram suspensas na manhã desta terça-feira são as eletivas, ou seja, cuja realização pode ser programada. O fato se deu porque o aparelho que faz a esterilização dos equipamentos está passando por manutenção e até o fim da tarde estará em funcionamento normalmente.

A Secretaria também afirma que as cirurgias de urgência e emergência não deixaram de ser realizadas em momento algum e que a esterilização dos aparelhos usados nas cirurgias de urgência e emergência foram realizadas com o auxílio do hospital São Benedito.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.