Caso a senadora Selma Arruda (PSL) seja definitivamente cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico e prática de ‘Caixa 2’, a parlamentar poderá ter que bancar o pleito adicional. A medida visa evitar gastos do erário público com novo pleito. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) estima que uma nova eleição deveria custar cerca de R$ 10 milhões.

Imagem: juiza selma
Juíza Selma Rosane Santos Arruda – Foto: reprodução

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.