O ministro da Ciência e Tecnologia, astronauta Marcos Pontes, garantiu que a nova Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) terá todo o aparato de apoio para sua implantação e também para desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico. O compromisso foi firmado nesta terça-feira, 16, pelo ministro com o senador Wellington Fagundes (PR-MT), durante almoço semanal do Bloco Parlamentar Vanguarda, formado por senadores do Democratas, PR e PSC.

A convite de Fagundes, Marcos Pontes disse que pretende, em breve, visitar o campus universitário em Rondonópolis, no Sudeste de Mato Grosso,  para tratar de projetos que possam ser contemplados pelo Ministério. Criada no ano passado, a UFR se encontra em fase de implantação, dependendo apenas da criação dos cargos de reitor e pró-reitor, a serem nomeados ‘pro-tempore’.

Na visita que fará a Mato Grosso, o ministro Pontes – que vem sendo um dos destaques do atual Governo – também deverá conhecer as instalações da UFMT, em Cuiabá, o campus da universidade em Sinop, no Norte do Estado, e também o de Barra do Garças, no Vale do Araguaia.

No encontro, Fagundes disse ao ministro que existe uma firme disposição do corpo docente da UFR em encaminhar a universidade para o desenvolvimento do ensino e da pesquisa voltadas a vocação econômica da região, que é baseada na agricultura de ponta. “Essa parceria do Ministério com a UFR e com os institutos de pesquisas é muito importante” – disse o republicano.

“É importante termos em mente essa possibilidade de utilizar a tecnologia para melhorar a produtividade. Temos dentro do ministério um setor específico exatamente para auxiliar e colocar tecnologia no melhoramento da produção e também para a sua destinação – frisou o ministro. Vamos melhorar o potencial e temos certeza que teremos bons resultados”.

Na semana passada, durante encontro com o presidente Jair Bolsonaro, Fagundes pediu atenção especial para a definitiva implantação da universidade. Com consentimento do presidente, ele agendou para esta semana uma reunião com o novo ministro da Educação,  Abraham Weintraub, para tratar do assunto.

Base de Alcântara – Após a reunião com os senadores do Bloco Parlamentar Vanguarda, o ministro Marcos Pontes foi levado pelo senador Wellington Fagundes para reunião de líderes, na presidência do Senado. Na ocasião, foi ampliado o debate sobre a Medida Provisória 858/2018, que extingue a empresa espacial Alcântara Cyclone Space, criada em parceria com a Ucrânia para lançamento de satélites a partir da base de Alcântara.

Outro tema de relevância tratado no almoço do Bloco Parlamentar diz respeito a implantação de Centros Tecnológicos nas principais cidades do país, como forma de estimular a ciência e a tecnologia. “Nos colocamos a disposição do ministro para ajudar naquilo que for importante para que o Brasil possa avançar nesse setor” – disse o senador.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.