10 de fevereiro de 2021
Mais
    Capa Destaques A caminho da escola, alunos empurram van atolada
    MT SEM ESTRADA

    A caminho da escola, alunos empurram van atolada

    Alunos da comunidade rural do Santa Clara, interior do município Santa Cruz do Xingu, precisaram empurrar a van do transporte escolar na manhã desta segunda-feira (27), para chegarem a escola.

    O percurso da rota escolar, tem segundo a professora denunciante, cerca de 70 quilômetros. Mas o veículo demora quase 3h para percorrer, devido as condições da estrada.

    “Tem muitos atoleiros e algumas pontes, que são de madeira, em péssimas condições”, contou a professora a reportagem do Agora Mato Grosso pedindo anonimato, pois tem medo de represálias.

    A comunidade do Santa Clara surgiu como um Projeto de Assentamento, tem cerca de dois mil moradores e uma escola. A escola municipal Maria Conceição Pereira, que atende crianças do ensino infantil ao fundamental.

    Todos os que aparecem na gravação feita com o celular estudam na escola. “Todo período de chuvas é assim”, reclama a professora. Por outro lado a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Xingu diz que tem feito a manutenção periódica das estradas, mas que o período de chuvas tem se estendido e por isso as dificuldades. Equipes da Secretaria de Obras devem trabalhar na recuperação do trecho que aparece na gravação já na terça-feira.

    Situação já esteve pior

    A situação na comunidade Santa Clara já esteve pior. O início do ano letivo para os alunos do período noturno, maioria de ensino médio, atrasou porque não havia como o transporte escolar buscar os estudantes. A escola estadual Santa Cruz usa salas anexas na escola da comunidade para que os adolescentes não precisem viajar até a cidade para estudarem.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS