Mais
    Agora MT Mato Grosso Cidades Autoridades apontam região Oeste com grande potencial econômico para MT
    NOVAS FRONTEIRAS

    Autoridades apontam região Oeste com grande potencial econômico para MT

    O evento também destacou a importância do legado deixado pelo Marechal Cândido Rondon, comemorado em 5 de maio – Dia de Rondon.

    FONTE
    VIA

    Imagem: Audiência sobre novas fronteiras econômicas de MT
    Foto: Audiência pública discute novas fronteiras econômicas de MT.

    Em audiência pública convocada para esta segunda-feira (06) pela presidente da Assembleia Legislativa, deputada estadual Janaina Riva (MDB), economistas, sociólogos e políticos debateram a abertura e consolidação das novas fronteiras econômicas para Mato Grosso. O evento também destacou a importância do legado deixado pelo Marechal Cândido Rondon, patrono das Comunicações, comemorado em 5 de maio – Dia de Rondon.

    “O que estamos fazendo aqui é um simples gesto de, ao pensarmos as novas fronteiras econômicas de Mato Grosso, lembremos do Marechal Rondon que abriu tantas outras em tempos difíceis”, disse Janaina, ao destacar a importância da Metamat – Companhia Mato-grossense de Mineração, que dá suporte aos pequenos produtores e há muitas cidades com enorme potencial mineral em Mato Grosso e, com ajuda da Metamat, a exploração desses recursos pode representar geração de emprego e renda no Estado.

    Para o economista Maurício Munhoz, a Zona de Processamento e Exportação (ZPE) de Cáceres e a hidrovia ‘Paraguai-Paraná’, com o porto de Morrinhos pronto para entrar em funcionamento dentro de 1 mês, é uma das novas fronteiras econômicas do Estado. Ao mencionar o potencial do campo e do setor da mineiração, Munhoz disse que a hidrovia ajudará na integração com a América Latina, ampliando a pauta de exportações com Mato Grosso.

    A fala do economista foi seguida pelo analista político, Alfredo da Mota Menezes, que considera a região Oeste extremamente viável. “Mato Grosso produz 66% do algodão do Brasil, 92% de todo o Centro-Oeste. A produção de grãos de Mato Grosso pode ser maior do que a Argentina em 10 anos. O que estamos exportando de carne é o que a Argentina inteira produz. Apesar disso, não temos fábricas de tecidos, apesar disso não temos uma produção de beneficiamento do couro em escala. Falta a agroindústria”, disparou.

    Para ele, Mato Grosso não pode continuar exportando apena matéria-prima. “Achamos que estamos ganhando dinheiro, mas está indo pra fora, gerando emprego e distribuindo renda noutro lugar. Embora tenhamos um mercado interno pequeno – 3,3 milhões de pessoas – e o problema do custo elevado do frete, diante da grande dimensão territorial, Mato Grosso pode crescer muito com a consolidação da ZPE”.

    Já o senador Wellington Fagundes (PR), presidente da Frente Parlamentar de Infraestrutura, destacou que para aumentar a competitividade de Mato Grosso frente ao mercado internacional, é preciso melhorar a infraestrutura das estradas, portos e aeroportos. “Precisamos avançar na implantação da hidrovia Paraguai-paraná. Isso precisa voltar a ser realidade. A Ferronorte já está na sua capacidade máxima, precisamos avançar na Ferrogrão e Fico. Precisamos de mais logística para escoamento da produção”, observou.

    Enquanto o presidente da bancada federal de Mato Grosso no Congresso Nacional, Neri Geller (PP), destacou a importância da verticalização da produção. “Precisamos criar um ambiente mais favorável. Temos a maior frota de colheitadeiras, mas não temos uma indústria. Falta mão de obra qualificada e uma política de desenvolvimento agroindustrial para Mato Grosso. Essa transformação vai acontecer, mas é preciso que se organize isso.

    Relacionadas

    Casal fica ferido após batida entre moto e carro em cruzamento

    Um casal ficou ferido após uma colisão envolvendo uma moto e um carro, na manhã desta sexta-feira (24), no Bairro Jardim Tropical, em Rondonópolis...

    Deputado apoia projetos que amparam jovens menos favorecidos

    A falta de oportunidades e instabilidade familiar levam muitos jovens para o mal caminho em todo Brasil. O deputado Delegado Claudinei (PL) sempre acreditou...

    Motorista perde o controle e casal fica ferido após capotar o carro em Dom Aquino

    Um casal ficou ferido após o motorista do carro perder o controle e capotar o veículo na MT-344, zona rural do município de Dom...

    Suspeito de matar filho esganado deverá responder por homicídio qualificado, afirma delegado

    Denilson de Jesus Salvaterra, 22 anos, deverá responder por homicídio qualificado, após esganar o filho de 1 ano e 8 meses até a morte....

    Detran-MT oferta curso de instrutor de trânsito para profissionais com formação em Libras

    O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), por meio da Escola Pública de Trânsito, abriu, nesta segunda-feira (20), as inscrições para o Curso de Formação...

    Prévia da inflação volta a ganhar ritmo e sobe 0,69% em junho

    Depois de perder força e subir 0,59% no mês de maio, a prévia da inflação oficial de preços voltou a acelerar e saltou 0,69%...

    Exportação de carne suína registra queda de 12,4%

    As exportações brasileiras de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 89,3 mil toneladas em maio, informa a Associação...

    Edital para credenciamento de médicos peritos e psiquiatras de Rondonópolis e outros 12 municípios é prorrogado

    A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) prorrogou por mais 12 meses, a partir desta quinta-feira (23), o edital de credenciamento de...

    Polícia Militar prende indivíduos por receptação e recupera grande quantidade de fertilizantes furtados

    Policiais militares da 7° CIPM prenderam nesta terça-feira (21) seis indivíduos suspeitos de cometerem receptação e formação de quadrilha. Uma grande quantidade de fertilizantes...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas