O ex-governador Silval Barbosa foi colocado em regime semiaberto na tarde desta terça-feira (21). Ao sair, após três anos preso, ele disse estar arrependido dos crimes que cometeu. “O crime não compensa”, declarou.

Apesar da ‘liberdade’, Silval não pode descumprir as regras impostas pela justiça como o uso de tornozeleira de monitoramento, recolhimento noturno, proibição de frequentar bares, de sair da comarca e ainda ele deve comprovar trabalho. O ex-governador disse que irá voltar a trabalhar na empresa da família.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.