Embora o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) demonstre preocupação com a possibilidade de retirada dos atendimentos de pediatria da Unidade Hospitalar Estadual de Alta Complexidade – antiga Santa Casa, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) veio à público assegurar que o hospital continuará sendo referência na especialidade, contando, inclusive, com Pronto Atendimento Infantil.

A preocupação do parlamentar é de que a enfermaria, com mais de 60 leitos de pediatria, deixe de ser porta de entrada para urgência e emergência de pacientes infantis no Estado. Além do mais, Lúdio ressaltou que não se trata de alta complexidade e que é importante ampliar a oferta desses serviços. Contudo, frisou que é mas é importante manter os serviços que a Santa Casa já realizava antes de seu fechamento.

O decreto de cessão administrativa anunciado pelo governador Mauro Mendes (DEM) no início de maio, foi feito depois de quase dois meses da unidade ter fechado as portas para atendimento ao público, em decorrência de problemas financeiros. Há denúncias de que o antigo presidente da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, Antônio Preza, empregaria familiares com altos salários na instituição.

Após renunciar ao mandato em virtude de imbróglios causados com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), Preza foi sucedido pelo médico Carlos Coutinho. Este, por sua vez, não resistiu às pressões políticas em trono do cargo, dando espaço para o também médico Luis Sabóia, que anunciou um rombo de mais de R$ 118 milhões nas contas da instituição, bem como denunciou o furto de equipamentos.

A Prefeitura de Cuiabá e a Assembleia Legislativa deverão aportar mais de R$ 7 milhões para a unidade. Em visita à Cuiabá em abril passado, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou estar disposto a ajudar a antiga Santa Casa. Para isso, é necessário a apresentação de um plano de gestão, além da atuação política da bancada federal para aprovação da liberação de recursos para a unidade.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.