Imagem: policiais protestam
Foto: Assessoria Sinpol

Cerca de 200 policiais de Mato Grosso participam hoje (21) de uma manifestação em Brasília (DF) contra a proposta de reforma da previdência apresentada pelo governo federal e tramitando no Congresso Nacional.

Os representantes da categoria avaliam que se ela for aprovada, com o texto original, trará prejuízos e perda de direitos constitucionais a policiais militares e civis.

“Por exemplo: Com a proposta se um policial for baleado e ficar paraplégico ele não ir mais se aposentar com o salário que recebe, mas com a média. Mas eles não pensaram que isso pode acontecer com um policial em início de carreira, o que vai inviabilizar o sustento dele e da família”, explicou Gláucio que é vice presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil em Mato Grosso.

Líderes da manifestação devem ser recebidos por deputados da bancada da bala na Câmara dos Deputados. O objetivo do protesto, que reuni policiais de todo o Brasil, é sensibilizar os deputados quanto a necessidade de apresentarem emendas a reforma da previdência garantindo segurança aos agentes do sistema público de segurança.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.