A presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Janaína Riva, conversou com a imprensa após uma reunião com produtores de milho de 40 municípios diferentes nesta quarta-feira (15), em Cuiabá.

- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Deputada Janaína Riva – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

O grupo pediu a retirada da cobrança do Fethab sobre o milho. “Isso não pode partir da Assembleia, não podemos aprovar renúncia no orçamento, ela precisa partir do governo do estado”, explicou Janaína se colocando a disposição para ajudar na interlocução da categoria com o governador Mauro Mendes.

Segundo a presidente do legislativo estadual, dez deputados estaduais participaram da reunião.

Hoje o produtor paga R$ 8,33 (oito reais e trinta e três centavos) por tonelada que for comercializada para fora de Mato Grosso, atendendo tanto o mercado interno ou externo.

O Fethab é o Fundo Estadual de Transporte e Habitação. Os recursos são arrecadados pelo governo do estado, repassados aos municípios que aplicam nas obras e prestam contas a conselhos locais.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.