07 de fevereiro de 2021
Mais
    Capa Cidades Cuiabá Revitalização do Morro da Luz será tema de audiência pública na Câmara...
    revitalização

    Revitalização do Morro da Luz será tema de audiência pública na Câmara de Cuiabá

    Imagem: vereador Dilemário Alencar
    Vereador Dilemário Alencar – Foto: assessoria

    O Parque Antônio Pires de Campos, mais conhecido como “Morro da Luz” será tema de audiência pública na Câmara Municipal de Cuiabá. O requerimento para realização do debate foi apresentado pelo vereador Dilemário Alencar (Pros) e provado na sessão plenária desta terça-feira (11).

    A intenção é de promover uma grande discussão junto ao Poder Público e a sociedade civil sobre a situação que se encontra o Morro da Luz, bem como a importância de sua revitalização para o uso da população.

    Com uma área verde de aproximadamente seis hectares, a praça, que possui pequenas trilhas e uma escadaria com 115 degraus, encontra-se abandonada, sendo utilizada como abrigo para moradores de rua e usuários de drogas.

    Para Dilemário, o local pode voltar a ser um ponto turístico da Capital se passar por uma revitalização. “Poucas cidades brasileiras têm o privilégio de ter, em pleno centro da cidade, um espaço público de relevante caráter ambiental como é o Morro da Luz. Trata-se de uma área verde localizada no ‘Coração’ de Cuiabá, cuja história se mistura com a fundação da cidade”, pontuou o vereador.

    A praça foi tombada como Patrimônio Histórico Municipal por meio do Decreto Lei nº 970 de dezembro de 1983. A última revitalização realizada no local foi há 20 anos.

    “O Morro da Luz faz parte da nossa história, cujo valor é inestimável à sociedade cuiabana. Daí a necessidade da audiência pública para debater junto ao Poder Público, Defensoria, Ministério Público, comerciantes e toda a sociedade cuiabana, a necessidade de preservação e revitalização do Parque. A nossa justa reivindicação é para que o Morro da Luz se transforme em um novo cartão-postal da nossa cidade, trazendo nova vida para o Centro Histórico de Cuiabá”, finalizou.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS