A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi notificada pela Energisa – concessionária de energia de Mato Grosso – por conta de faturas pendentes junto a empresa. Com isso, o prédio da UFMT corre o risco de ficar sem luz nos próximos dias caso não regularize o pagamento de faturas pendentes.

Apesar de a notificação ser recente, a dificuldade da universidade em arcar com as despesas básicas se arrasta há meses.

A reitora da UFMT, Myrian Serra, informou que desde 2014 a unidade de ensino sofre com cortes no orçamento.

Imagem: 752d765b5e71abec42e313380d414cac
Nota enviada – Foto: reprodução

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.