A Upa (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Pascoal Ramos reabriu hoje, dia 19 de julho, com o apoio da Polícia Militar. As portas da unidade foram fechadas ontem a noite depois que um grupo de homens armados invadiu o local e teriam ameaçado médicos e enfermeiros.

A equipe clínica fazia o atendimento a dois irmãos Thiago e David Magalhães, que foram baleados no bairro Pedra 90 quando familiares armados invadiram a Upa e ameaçaram os funcionários. Segundo o boletim de ocorrência os familiares diziam que se os irmãos morressem iriam matar os médicos.

A Polícia Militar foi acionada e prendeu dois familiares dos pacientes. Thiago e Davi não resistiram aos ferimentos e morreram. A direção da Upa optou por fechar as portas da unidade devido ao abalo psicológico dos funcionários e só reabriu hoje de manhã com a garantia da permanência de policiais militares no local.

O duplo homicídio está sendo investigado pela Polícia Civil, assim como as ameaças. Os dois presos foram conduzidos para a Central de Flagrantes do bairro Verdão em Cuiabá e prestaram depoimentos hoje de manhã, depois seguem para audiências de custódia.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.