Imagem: Eva Maria Martins Bizelli, de 83 anos, foi morta dentro de casa em Rio Verde
Eva Maria Martins Bizelli, de 83 anos, foi morta dentro de casa em Rio Verde – Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma idosa de 83 anos foi morta na noite de segunda-feira (15), em Rio Verde, no sudoeste do estado. De acordo com a Polícia Civil, ela foi assassinada com uma pancada da cabeça e o principal suspeito é um sobrinho da vítima, que fugiu. As investigações apontam que o crime foi um latrocínio – roubo, seguido de morte.

Ainda de acordo com a polícia, Eva Maria Martins Bizelli estava em casa, no Bairro Popular, quando foi atingida na cabeça e morreu. Na residência, estavam a idosa, um filho dela e o sobrinho. O filho contou aos policiais que foi dormir e horas depois, quando levantou, viu a mãe morta na sala.

“O suspeito passou a tarde toda na casa da vítima. Era sobrinho de consideração dela, era de frequentar a casa. Ele estava na casa o tempo todo, quando o filho acordou não encontrou o primo, nem a bolsa da mãe. Quando procurou pelo primo, ele estava desaparecido”, disse o delegado Adelson Candeo. O filho da vítima disse à polícia que não escutou nenhum barulho no momento do crime.

Ainda de acordo com o delegado, na bolsa levada pelo suspeito estariam guardados cerca de R$ 3 mil. “Ela morreu de traumatismo craniano. A gente não sabe ainda o que ocasionou a lesão em formato de “v” bem em cima da cabeça. Sabemos que foi feito por um objeto contundente que não achamos no local. Ninguém viu mais ninguém entrando na casa, apenas o suspeito saindo”, afirmou Candeo.

O delegado informou que o suspeito estava preso até dez dias atrás por conta de um roubo. Desta vez, por se tratar de um latrocínio, o crime passou do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) para seguir investigado pelo Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri), também em Rio Verde.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.