Imagem: W11 obras drenagem
Foto: assessoria

Uma das obras mais importantes para Rondonópolis, que é a drenagem da avenida dos Estudantes, está sendo realizada rapidamente, atendendo o cronograma do projeto. Com início no mês de abril, logo após a finalização do período chuvoso, cerca de 40% da obra já foi executada. A projeção é de que todo o trabalho seja finalizado até outubro deste ano, resolvendo o problema da alagamentos e erosões na região que trazia riscos para motoristas e pedestres.

Conforme o fiscal da obra, o engenheiro civil da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Victor Araujo Rodrigues, a obra segue sem que tenha havido nenhuma paralisação. “Como é uma obra de drenagem, quando é feita a concretagem do berço para assentamento das aduelas é preciso esperar 72 horas para a cura. Isso faz parte do cronograma da obra e não é paralisação”, explica.

A drenagem da avenida dos Estudantes tem um custo inicial de aproximadamente R$ 1 milhão, pago com recursos próprios municipais, já as aduelas foram obtidas por meio de um convênio com o Governo do Estado. Serão realizados 840 metros de drenagem, começando na rua A 24 até o canal, localizado após a rotatória do Residencial Mariela. Para a drenagem, estão sendo utilizadas linhas simples e triplas de aduelas, dependendo do ponto, para que suporte adequadamente a vazão da água.

Para a secretária municipal de Infraestrutura, Ingrid Tomazele, a canalização tem como principal objetivo a condução apropriada das águas pluviais, sua captação e proteção ao comércio da pista lateral, uma vez que no período das chuvas havia eminente risco de desabamento das bordas do canal pelas suas características de terreno arenoso.

A obra vem acabar com o problema de alagamento na via, bem como a erosão do canal, que atingia também a pista da avenida, trazendo riscos para motoristas e pedestres que trafegavam na região em dias de chuva.

A obra de drenagem da avenida dos Estudantes irá dar vazão à água das chuvas que desce com velocidade dos bairros da região e desaguam no canal e com sua conclusão novos alagamentos na pista serão evitados, como destaca a secretária, garantindo segurança para quem trafega na avenida, sejam motoristas ou pedestres.

O contrato para a realização das obras com a vencedora da licitação – WMW Construções – foi concluído em janeiro de 2019 e os trabalhos somente não foram iniciados antes em função do período de chuvas que impede que sejam realizadas obras de drenagem.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.