A Senadora Juíza Selma (PSL-MT) participou ontem (4) da abertura das atividades do movimento “Docentes pela Libertação” em Mato Grosso. O movimento, que teve início em maio deste ano no meio docente de universidades públicas federais e estaduais de todo País, busca “desesquerdizar” a educação pública universitária.

Durante o evento, que contou com palestras de professores do estado, a senadora destacou a necessidade de uma verdadeira politização no meio estudantil, o que possibilitaria a multiplicidade de escolha para o corpo discente. “Nós precisamos diversificar as visões ideológicas dos alunos, permitindo que cada um deles possa optar livremente de acordo com suas ideias e motivações, proporcionando, dessa forma, uma verdadeira liberdade de escolha política”.

O próximo encontro será em agosto no campus da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT no qual serão estipuladas metas e estratégias de ação para efetivar as mudanças propostas pelo grupo.

“O objetivo não é ter escolas sem partido, mas sim com vários partidos sem privilegiar nenhum viés ideológico”, acrescentou.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.