30 de outubro de 2020
Mais
    Capa Bastidores Aprosoja afirma que fogo é inimigo nº 1 do produtor
    CARTA ABERTA

    Aprosoja afirma que fogo é inimigo nº 1 do produtor

    Imagem: queimadas
    Queimadas em Mato Grosso têm mobilizado o Governo do Estado e diversas entidades – Foto: Secom-MT

    A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) divulgou, nesta quarta-feira (28), uma carta aberta para a sociedade na qual deixa claro seu posicionamento sobre os incêndios em áreas rurais.

    Afirma no texto que “o fogo é o inimigo número um do produtor rural” e destaca as ações permanentes adotadas pela entidade para ajudar na conscientização, prevenção e combate às queimadas.

    Ou seja, um posicionamento para contestar alegações vagas de que a situação crítica das queimadas – com alarmantes 14 mil focos já registrados este ano no Estado – “é culpa do agronegócio e dos grandes produtores”.

    Confira abaixo na íntegra:

    Carta aberta sobre incêndios em área rural

    Historicamente o estado de Mato Grosso sofre com um longo período de estiagem. Esse ano não foi diferente, algumas regiões já estão há quase 120 dias sem chuvas e registram grande quantidade de focos de incêndio. Pensando nisso, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) mantém ações permanentes de conscientização, prevenção e combate a incêndios em propriedades rurais. Em 2019 foi realizado pelo décimo ano a “Campanha de Prevenção de Incêndios em Área Rural”, que pelo terceiro ano seguido acontece em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso. O projeto contempla ações de educação, capacitação técnica e formação de brigadas locais.

    Apesar das ações efetivas de prevenção e conscientização, é comum o surgimento de ocorrências de incêndios em virtude da baixa umidade relativa do ar, alta disponibilidade de material inflamável e ventos predominantes. Nesse momento o envolvimento de todos é de suma importância, seja em área urbana, rural ou em parques florestais.

    O fogo causa danos ao meio ambiente, à biodiversidade, a saúde humana, a sustentabilidade da nossa produção agrícola e ocasiona a degradação da principal matéria prima da maior atividade econômica mato-grossense: o solo e seus nutrientes. O fogo é o inimigo número um do produtor rural.

    Os impactos podem ser menores se os focos de incêndio forem rapidamente identificados e as autoridades acionadas. Faça sua parte. Previna, colabore e denuncie!

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS