Imagem: Radar na rodovia
Radar desativado na Serra de São Vicente – Foto: Pedro Couto / AGORA MATO GROSSO

Sete pessoas morreram em acidentes no trecho da Serra de São Vicente da BR-364 no 1º semestre deste ano. Os dados são da Rota do Oeste, concessionária que administra o trecho da rodovia federal, que fica entre Rondonópolis e Cuiabá.

Ao todo foram 58 acidentes entre janeiro e junho com 10 feridos. A BR-364 tem 17 quilômetros de trecho na Serra de São Vicente, com pista duplicada e hoje sem nenhum radar para monitorar a velocidade dos motoristas.

Até dezembro oito radares operavam no trecho, quatro em cada sentido. Mas os equipamentos foram desligados a mando do governo federal, esta informação foi confirmada pelo Superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso, Francisco Élcio.

“O governo federal está fazendo um estudo para determinar os locais de alguns radares, além de reforçar a sinalização em pontos de risco”, destacou o superintendente.

Não há previsão para que os radares sejam religados no trecho da Serra.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.