Imagem: Delegacia Fazendária
Movimento na Delegacia Fazendária na manhã desta segunda-feira – Foto: Pedro Couto / AGORA MATO GROSSO

A deputada federal por Mato Grosso, Rosa Neide (PT), emitiu uma nota sobre a operação da Delegacia Fazendária que cumpriu mandado de busca e apreensão no apartamento dela em Cuiabá.

Segundo a deputada ela não é investigada e que acompanha pela imprensa os desdobramentos da operação. “Estou a disposição dos órgãos de investigação para qualquer esclarecimento”, traz o texto assinado pela deputada.

A investigação é referente ao ano de 2014 quando Rosa Neide era secretária estadual de Educação. A investigação apura possíveis desvios em contratos de compras de materiais didáticos para comunidades indígenas.

Francisvaldo Pereira Assunção, que era secretário adjunto de administração sistêmica na época dos fatos, foi preso e conduzido para a Delegacia Fazendária de Cuiabá.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.