30 de outubro de 2020
Mais
    Capa Destaques MT prorroga proibição das queimadas, desautoriza desmatamento e aplica R$ 60 mi...
    TOLERANCIA ZERO

    MT prorroga proibição das queimadas, desautoriza desmatamento e aplica R$ 60 mi em multas

    A ordem é intensificar as ações de combate, fiscalização e repressão contra quem pratica queimadas e desmatamento em Mato Grosso

    Imagem: Mauro Mendes coletiva proibição queimadas
    Mauro Mendes prorroga período proibitivo das queimadas em MT – Foto: Welington Sabino / AGORA MATO GROSSO

    O período de proibição das queimadas em Mato Grosso, que terminaria em 15 de setembro, será prorrogado para 30 de novembro deste ano. A informação é do governador Mauro Mendes (DEM) que anunciou, na tarde desta sexta-feira (30), a edição e publicação de um decreto que também suspende a emissão para autorização de qualquer desmatamento no Estado até o dia 30 de novembro. Ele garantiu que Mato Grosso adotará uma política de tolerância zero contra o desmatamento ilegal.

    No Estado, o período proibitivo das queimadas começou em 15 de julho com previsão de terminar na segunda semana de setembro. No entanto, essa proibição agora será estendida por mais 75 dias.

    “Nós iremos adotar uma política de tolerância zero com o desmatamento ilegal no Estado. Quem duvidar disso vai pagar caro. Vai custar muito caro se apostar que nós seremos ineficientes, negligentes nessa questão”, declarou o governador em coletiva à imprensa no Palácio Paiaguás, sede do Governo do Estado.

    Ao lado da secretária estadual de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, o chefe do Executivo destacou que uma força tarefa entre Corpo de Bombeiros e a Cúpula da Segurança Pública juntamente com a Sema-MT está percorrendo diversas regiões do Estado na “Operação Abafa” com ações in loco em diversos pontos com maior incidência de focos de queimadas.

    “Vamos concentrar todas as nossas energias, recursos, equipamentos, para usarmos no combate a esse desmatamento ilegal e a essas queimadas ilegais que estão acontecendo no Estado de Mato Grosso”, afirmou Mendes.

    Somente nesta semana, segundo o governador, foram emitidas multas que chegam a R$ 60 milhões contra pessoas flagradas praticando atos em desacordo com a legislação ambiental. No mesmo período, seis pessoas foram conduzidas após serem flagradas praticando queimadas. Até o momento, 28 mil hectares já foram fiscalizados. No total, já são 2.264 ocorrências atendidas nesse período com a utilização de 592 servidores em campo e 115 viaturas.

    Conforme a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, a atuação do Estado no combate aos crimes ambientais tem sido efetiva e deve melhorar com as novas ações anunciadas para os próximos dias. “É importante ressaltar que o estado de Mato Grosso tem a melhor resposta a todos os eventos, tanto que os nossos números mostram isso. Inclusive, o Estado de Mato Grosso acabou sendo um dos últimos a receber o reforço federal exatamente porque o ministro [Ricardo Salles, do Meio Ambiente] veio e percebeu que estávamos dando respostas a estes incidentes”, observou.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS