A lista de possíveis vítimas de Haroldo Duarte, 32 anos, aumentou nesta sexta-feira (30). O motorista de caminhão foi preso ontem em Cuiabá, suspeito de infectar mulheres com o vírus HIV propositalmente.

A investigação da Delegacia de Proteção à Mulher encontrou quatro vítimas, que motivaram o pedido de prisão dele. No entanto, após a repercussão do caso outras mulheres procuraram a Polícia Civil.

A lista chegou ao número de  sete mulheres. Entre as novas vítimas, já foi confirmado que uma está com o vírus e outras duas estão fazendo exames clínicos.

Todas as vítimas identificadas estão recebendo apoio de psicólogos. O Agora Mato Grosso teve acesso a um vídeo feito no momento que Haroldo deixa a Delegacia para ir ao Fórum para a Audiência de Custódia. Na oportunidade o magistrado determinou que o suspeito continue preso.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.