Imagem: Emanuel Pinheiro
Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, prepara reforma administrativa para economizar 5% – Foto: divulgação

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), está preparando os últimos ajustes no texto e alinhando o discurso com sua base de apoio na Câmara Municipal para enviar, na próxima semana, um projeto para promover uma reforma administrativa em seu governo. Extinção, fusão, criação de secretárias e até troca de secretários devem estar inclusas nas mudanças.

Pelo menos por ora, o gestor evita entrar em detalhes sobre as alterações. Ele confirma, no entanto, que a ideia é reduzir em 5% o custeio da máquina pública para dar continuidade ao seu mandato que termina em dezembro de 2020. Na Câmara Municipal, vereadores governistas também desconversam e alegam não saber quais serão as mudanças promovidas por Pinheiro.

“Mandei estudar uma diminuição do custeio em 5% mesmo que se crie ou se faça uma fusão de secretária. Então a ideia é promover mais com menos”, disse Pinheiro que está focado em garantir o equilíbrio e ajuste fiscal nessa reta final de sua gestão.

Neste fim de semana ele promove reuniões com vereadores que integram sua base governista na Câmara para explicar e formatar a proposta da minirreforma administrativa.

A previsão é que Emanuel Pinheiro já encaminhe o projeto ao Legislativo Municipal na próxima segunda-feira (12) ou terça-feira (13). A Prefeitura de Cuiabá conta hoje com 17 Secretarias, além da Vice-Governadoria, Controladoria, Procon e Procuradoria-Geral, que também funcionam com estruturas de secretarias.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.