Agentes do sistema prisional que participam da operação de pente fino na Penitenciária Central do Estado em Cuiabá encontraram um caderno em uma das celas com a contabilidade de um golpe aplicado por detentos na internet.

As anotações mostram os valores depositados pelas vítimas do golpe e as contas em usadas pela organização criminosa. O caderno já nas mãos da Polícia Civil, que passa a investigar o caso.

O Golpe

O Golpe era aplicado da seguinte maneira. Os presos usavam celulares dentro da PCE e postavam produtos a venda na internet. Quando a vítima entrava em contato eles negociavam e pediam o depósito da entrada para que a vítima buscasse o produto. Após o depósito a vítima percebia que tinha caído em um golpe e o produto ofertado nunca existiu.

A operação dentro da Penitenciária Central do Estado segue até o dia 15 de Setembro. A unidade tem aproximadamente 2.400 presos, três vezes mais que a capacidade, e 250 agentes participam das ações.

Veja o vídeo:

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.