Imagem: Niuan e Pinheiro
Niuan Ribeiro e Emanuel Pinheiro estão prestes a romper em definitivo – Foto: divulgação

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirma não ver problemas na postura do vice-prefeito Niuan Ribeiro que deixou o PTB e filiou-se ao Podemos com carta branca da cúpula nacional do partido para viabilizar uma possível candidatura como prefeito da Capital nas eleições de 2020.

Mesmo no cargo e utilizando a estrutura da vice-prefeitura, Niuan tem criticado publicamente a gestão da qual faz parte chegando a dizer, inclusive, que defende um projeto de governo melhor para Cuiabá. Pinheiro vinha evitando o enfrentamento de maneira pública, mas na última sexta-feira (30 de agosto) rebateu declarações de Niuan sobre a entrega em etapas do Hospital Municipal de Cuiabá.

“Ainda bem que ele começou a questionar agora, depois de 2 anos e meio. Não há o que se falar. Quer ajudar? Vamos ajudar! Não estou pensando em eleição. Estou pensando em honrar meus compromissos. Ganhe a eleição e faça da melhor maneira”, disse Pinheiro.

Nos bastidores, as informações são de que Emanuel Pinheiro tem isolado o vice-prefeito de modo que ambos não têm sido visto juntos em eventos da Prefeitura. “Ele é convidado pra tudo, em todas a placas está lá o nome do Niuan, eu faço que estão de botar o nome dele, ele é o vice-prefeito”, desconversa o chefe do Palácio Alencastro.

Filiação ao Podemos

Imagem: Niuan Ribeiro
Niuan Ribeiro e lideranças nacionais do Podemos – Foto: assessoria

Niuan Ribeiro assinou sua filiação ao Podemos no dia 13 de agosto em Brasília na presença das principais lideranças nacionais do partido e foi anunciado pelo presidente do Podemos em Mato Grosso, o deputado federal, José Medeiros, como novo presidente da legenda em Cuiabá e pré-candidato a prefeito no próximo ano.

“É uma questão política dele, eu gosto muito do Niuan e quero que ele seja feliz no resultado dessa ação”, pontua Emanuel Pinheiro ressaltando, no entanto, que tem muitos aliados do Podemos que são candidatos a vereador e querem apoiar sua possível candidatura à reeleição.

“Vários desfiliaram. A maioria desfiliou porque quer vir para os braços do prefeito de Cuiabá se eu for candidato. É fato, 27 se desfiliaram do Podemos para vir pra mim. São pré-candidatos a vereador e estão querendo ficar no meu grupo porque estou fazendo uma grande gestão”, diz o prefeito.

Por fim, Emanuel Pinheiro destaca que respeita as críticas de seu vice-prefeito e ressalta  Niuan Ribeiro já o ajudou muito. Mas sustenta que Cuiabá sob seu comando está bombando e está pujante.  “Se ele tem essa opinião, o que eu posso fazer? Me resta respeitar e deixa ele ir às ruas e levar a proposta dele, defender a candidatura dele e o meu futuro vou decidir só o ano que vem. E como eu não decidi a minha candidatura não posso tolher ninguém ligado a mim de querer ser candidato”.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.