Imagem: Emanuel Pinheiro e Mauro Mendes
Emanuel Pinheiro e Mauro Mendes dividem o mesmo espaço, mas evitam diálogo em VG – Foto: Secom-VG

Por iniciativa do senador Jayme Campos (DEM), cuja intenção é acabar com os atritos e a troca de farpas entre o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e o governador Mauro Mendes (DEM), ambos voltaram a dividir o mesmo espaço num evento político.

No entanto, o clima de animosidade entre Pinheiro e Mendes era visível durante a cerimônia de inauguração do Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos, o Fiotão, em Várzea Grande.

Tanto é que embora estivessem lado a lado no grupo de autoridades políticas, Mendes e Pinheiro não conversaram entre si, pelo menos publicamente.  Jayme Campos defende que DEM e MDB caminhem juntos numa disputa pela Prefeitura de Cuiabá.

Mas por outro lado, Mauro Mendes e Fábio Garcia, suplente de Jayme no Senado e presidente Diretório Estadual do DEM, rechaçam eventual apoio a uma possível reeleição de Pinheiro. Ambos defendem candidatura que os democratas tenham candidatura própria ao Palácio Alencastro.

A relação de enfrentamento entre o governador e o prefeito de Cuiabá se arrasta desde março deste ano por causa do fechamento da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. Acusações sobre culpa e responsabilidade passaram a ser feitas de ambos os lados.

Mauro Mendes, chegou a dizer que Emanuel Pinheiro precisava parar de mentir se quisesse refazer as pazes. Outros temas como a retomada ou não das obras do VLT e o rebaixamento da nota de Cuiabá de B para C, pelo Tesouro Nacional também serviram de “combustível” para a troca de farpas entre o prefeito e o governador.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.