22 de outubro de 2020
Mais
    Capa Destaques Mauro Mendes 'acampa' em Brasília para conseguir aprovar empréstimo no Senado
    CORRIDA CONTRA O TEMPO

    Mauro Mendes ‘acampa’ em Brasília para conseguir aprovar empréstimo no Senado

    Pedido de empréstimo de 250 milhões de dólares que vai trazer um alívio financeiro ao Estado já está no Senado

    Imagem: Mauro Mendes e Jayme Campos
    Governador Mauro Mendes e Jayme Campos cobram agilidade em tramitação de empréstimo – Foto: reprodução/Facebook

    O governador Mauro Mendes (DEM) cumpre agenda em Brasília nesta terça-feira e quarta-feira (3 e 4) para acompanhar de perto a tramitação do pedido de empréstimo de 250 milhões de dólares junto ao Banco Mundial para conseguir quitar outra dívida e ganhar um fôlego financeiro diante da situação crítica das finanças, em especial no que se refere aos pagamentos dos servidores.

    Em vídeo publicado em suas redes sociais, Mendes informa que a matéria já chegou ao Senado e será lida em plenário ainda nesta terça-feira. Ele ressalta que o empréstimo é fundamental para que seja possível quitar a dívida junto com o Bank of América, relativa a um empréstimo contraído na gestão do ex-governador Silval Barbosa.

    “A quitação desse empréstimo é uma das nossas metas na busca pelo equilíbrio fiscal de Mato Grosso. O valor desembolsado em duas parcelas anuais é elevado e compromete as finanças. A previsão é que a parcela que deverá ser paga neste mês, caso o empréstimo não seja concretizado a tempo, é de R$ 154 milhões”, observa Mendes.

    Por causa da batalha travada, uma verdadeira corrida contra o tempo, o chefe do Executivo Estadual explica que vai continuar em Brasília nesta terça e quarta-feira (4) e atuar junto  ao senador Jayme Campos (DEM). “O senador Jayme e toda a Bancada estão empenhados ao máximo para que o empréstimo se concretize”, diz o governador ao agradecer também a bancada federal de Mato Grosso, que segundo ele, tem sido muito parceria.

    Jayme Campos explicou que após a leitura em plenário a matéria será encaminhada para a Comissão de Assuntos Econômicos, onde será designado um relator .

    “Eu espero que esse relator, possa dentro da sua bondade, fazer esse relatório ainda hoje para que amanhã, vamos trabalhar com o presidente da Comissão para convocar uma sessão extraordinária na Comissão de Assuntos Econômicos. Feito isso, votado e aprovado lá retornamos para o plenário do Senado e votamos ainda se possível, amanhã 9 ou 10 horas da noite”, destaca o democrata.

     

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS