A Polícia Militar (PM) registrou dois boletins de ocorrência de violência contra a mulher durante a madrugada deste sábado (28), em Rondonópolis (MT). A ação da Polícia faz parte da ‘Operação Salutten’. O primeiro registro foi feito por volta das 1h10 na Vila Olinda II e o 2° caso às 03h40 no bairro Cidade Salmen.

Imagem: 4a08271a 5f89 4123 bc13 c8040680c091
Detido na Vila Olinda II – Foto: PM

No 1° caso a guarnição foi acionada através de uma denúncia anônima informando que a moradora gritava por socorro. Quando a guarnição da PM parou em frente à residência a vítima estava trancada dentro de casa. A PM se identificou e a mulher respondeu a guarnição dizendo que abriria a porta, mesmo sendo impedida pelo suspeito que é seu ex-companheiro de 38 anos.

Ao abrir a porta o suspeito foi convidado a sair da residência e após ser constatado lesões e hematomas na vítima, o suspeito foi algemado. A vítima possui lesões no rosto, nos lábios superiores e inferiores, bem como na parte interna dos lábios.

A vítima disse que seu ex-convivente chegou em casa por volta das 21h aparentemente sob efeito de bebidas alcoólicas, quando começou a acusar referindo ao seu passado, momento em que passou a agredi-la com socos e também a ameaçou de morte caso ela o denunciasse e ele fosse conduzido para a Mata Grande, no momento em que ela estava sendo agredida pelo suspeito a vítima para fazer cessar as agressões se apropriou de uma faca, porém não chegou a desferir contra o agressor.

No momento da condução do suspeito, ele ainda voltou a ameaçar a vítima, mesmo estando algemado no interior da viatura na presença da guarnição.

2° CASO

Imagem: 19b6b4cc 4b5e 4d9b 8353 1a39745afaa9
Detido no bairro Cidade Salmen – Foto: PM

No 2° registro o suspeito de 40 anos foi preso. A vítima disse para a PM que estava dormindo juntamente com sua filha menor quando ouviu seu marido falando coisas sem nexo. Ela abriu a porta do quarto e perguntou o que estava acontecendo, momento em que ele começou a agredi-la com socos no rosto, nos braços e pescoço, causando vários hematomas, também deu um “mata leão” na mulher tentando sufoca –lá.

A vítima conseguiu fugir do agressor e correu para o quarto. O suspeito se apropriou de um machado e começou a desferir golpes na porta do quarto, porém a vítima empurrou uma rack de televisão contra a porta e a segurou, enquanto o suspeito a destruía com golpes de machado, porém com a chegada do seu cunhado na residência o agressor cessou a violência, indo dormir.

A vítima afirma ainda que já foi agredida e lesionada por outras duas vezes, porém devido viver sob ameaças constantes de morte nunca procedeu com denúncia formal.

Nos dois casos os suspeitos foram detidos e encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) para providências cabíveis.

Os casos constam em registro nos BOs n° 2019.291252 e n° 2019.291276.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.