Imagem: Selma Arruda no Senado
Selma Arruda se reúne com senadores que cobram a instalação da CPI da Lava Toga – Foto: reprodução/Facebook

Mesmo na corda bamba sob risco de perder o mandato que já foi cassado pelo TRE-MT, a senadora Selma Arruda (PSL) vem fazendo pressão no Senado para retirar do papel a CPI da Lava Toga.

Na tarde desta terça-feira (10) ela participou de um almoço com um grupo de senadores chamado “Muda Senado” para pressionar o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM) a instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito que visa investigar magistrados.

“Estamos reunidos pela CPI para que o presidente do Senado Federal respeite a voz do povo e as assinaturas dos senadores!”, postou Selma Arruda em suas redes sociais convidando os internautas a participarem de um ato no dia 25 de setembro a ser realizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília, às 14h.

“Eu convido você também a fazer parte desse movimento contra a corrupção no nosso país! Vamos juntos em defesa da Lava Jato, da instalação da CPI da Lava Toga e da análise dos pedidos de impeachment de ministros do STF!”, escreveu a senadora que teve o mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.