Imagem: réveillon n1 itacaré
Réveillon N1 Itacaré, na Bahia – Foto: reprodução

Atualizada em 1º de novembro, às 10h50 – Três advogados de Cuiabá assinam uma ação de execução de mais de R$ 18 milhões contra uma empresa dona de um loteamento e um complexo de condomínio na cidade de Itacaré, na Bahia, local que sediará um dos maiores eventos de Réveillon do País, denominado Réveillon N1.

O evento já tem mais de 30 atrações musicais confirmadas dentre elas artistas renomados como Ivete Sangalo, o DJ Alok e a dupla Jorge & Mateus. Diante da falta do pagamento já determinado pela Justiça nos autos da ação nº 8000337-20.2019.8.05.0114 (Comarca de Itacaré-BA), os advogados Izonel Pio, Dieggo Bruno Pio e Marcelo Zagonel pediram a penhora da bilheteria do evento.

Imagem: Izonel Pio da Silva
Izonel Pio da Silva é um dos três advogados que assinam a ação de execução milionária – Foto: divulgação

Eles integram o escritório de advocacia Pio&Pio Advogados associados que foi contratado pelos autores da ação de execução de dívidas na Bahia. Por enquanto o pedido está sob análise juízo da Comarca de Itacaré, local onde tramita o processo.

A fim de informar os organizadores do evento e os artistas que participarão dos shows, cuja empresa dona do empreendimento pertence a um empresário de família tradicional da região, os advogados de Cuiabá encaminharam notificação extrajudicial para viabilizar a autorização de penhora sobre a venda dos passaportes.

Outro lado 

A assessoria de imprensa do Réveillon N°1 entrou em contato com o PORTAL AGORA MATO GROSSO uma seguinte na qual afirma que o evento não tem relação com a empresa e o empresário que são alvos da execução de dívidas.

Confira na íntegra

O Réveillon N°1 não tem nenhuma ligação com o condomínio Vilas de São José ou o empresário Cleber Isaac Ferraz. As festas organizadas pelo evento serão realizados em outro terreno, localizado no KM 50 da Rodovia de Ilhéus, na Praia do Itacarezinho.

Durante o processo de escolha das locações em Itacaré, 4 diferentes lotes foram cogitados para as festas, nenhum deles relacionado com o processo mencionado na matéria. O Vila São José até foi estudado como uma possível locação para sediar o Beach Clube N°1, mas as negociações não progrediram e o local escolhido para a realização do projeto fica situado na Praia da Concha.

Já o escritório de advocacia que pediu o bloqueio da bilheteria do evento enviou a petição que confirma o pedido feito ao juízo da Comarca de Itacaré. Ainda não há decisão nos autos. Na petição consta, inclusive, prints de postagens feitas pelo empresário alvo da execução de dívidas divulgando folder do evento em seu perfil no Instagram.

Confira abaixo:

PEDIDO DE PENHORA – REVELLION N1

Imagem: pedido de bloqueio bilheteria revellion
Pedido de bloqueio da bilheteria de réveillon na Bahia – Foto: reprodução

Imagem: pedido de bloqueio bilheteria revellion 2

Imagem: Empresario Cleber Ferraz reveillon Itacaré
Pedido de bloqueio da bilheteria de réveillon na Bahia – Foto: reprodução

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.