Imagem: bancada federal
Foto: assessoria

Reunião dos oito deputados federais e os três senadores de Mato Grosso, na tarde desta terça-feira (1), em Brasília, acabou por definir o encaminhamento de R$ 20 milhões à Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, unidade referência de média a alta complexidade para os 19 municípios da região Sul do Estado e que passa por graves problemas financeiros.

O deputado federal José Medeiros (Pode), que já havia confirmado a indicação de R$ 10 milhões de sua cota individual, garantiu também que toda a indicação proporcional que tem direito na emenda coletiva – recurso impositivo que os 11 parlamentares do estado definem para investimento do Governo Federal – também seja para a mesma finalidade. Somando as duas fontes, o montante destinado pelo deputado Medeiros para Santa Casa é de R$ 17 milhões.

O parlamentar ainda conseguiu mais R$ 3 milhões com o restante da bancada, o que totalizou os R$ 20 milhões que praticamente zeram a dívida atual que a unidade possui.

Medeiros, que já havia mandado R$ 3,5 milhões ainda enquanto senador para a modernização de equipamentos da Santa Casa de Rondonópolis, elencou a importância da filantrópica para a saúde pública.

“Praticamente toda criança que nasce na Região Sul de Mato Grosso nasce na Santa Casa de Rondonópolis. É uma unidade de saúde histórica, que precisa agora do nosso apoio, mas que precisa, acima de tudo, não passar mais por isso. Precisamos criar uma condição saudável para suas finanças, evitando que o pior, que é a população ficar sem o serviço, não venha a ocorrer no futuro”, comentou.

O parlamentar explicou que o Ministério da Saúde abrirá o sistema para cadastro do Município de Rondonópolis, entre os próximos dias 7 e 11 de outubro, com a proposta da emenda coletiva, onde já se cria caminho para a chegada dos primeiros R$ 10 milhões.

“A prefeitura terá acesso ao saldo e fará a inclusão da destinação, que é a Santa Casa. O dinheiro vai para o Poder Público Municipal, que terá então a incumbência de repassá-lo à unidade”.

A outra parte do montante que virá da cota individual de Medeiros. A expectativa, segundo o parlamentar, é vencer a tramitação burocrática muito em breve no mesmo Ministério da Saúde. O deputado ainda ressaltou a importância da união da classe política e da sociedade organizada e defesa da Santa Casa. “Tivemos numa reunião da bancada federal com a presença de deputados estaduais Nininho, Ulysses Moraes, Elizeu Nascimento e Delegado Claudinei, além da própria comissão da Santa Casa e empresários que lutam pela causa. Isso é muito simbólico e nos unindo assim temos mais condições de solucionarmos nossos problemas”, analisou Medeiros.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.