Rompimento de barragem de mineração no Distrito de Cangas, em Nossa Senhora do Livramento (a 42 km de Cuiabá) deixa dois feridos na manhã desta terça-feira (1º). Equipes da Secretaria de Estado Meio Ambiente (Sema), Defesa Civil e polícias militar e civil atenderam a ocorrência.

Conforme informações da assessoria de imprensa municipal, o caso foi registrado pela empresa MV Mineração. Os dois feridos eram funcionários da empresa e foram arrastados pela lama de rejeitos. Eles foram atendidos no Hospital Municipal Professora Maria Arlinda e não correm risco de morte.

De acordo com a assessoria na noite de segunda-feira (30) choveu muito forte no município. O local da barragem está localizado a 32 quilômetros da cidade e o rompimento acabou isolando a comunidade de Brejal, que teve o fornecimento de energia e serviços de telefonia interrompidos.

Imagem: barragem rompida
Barragem de garimpo rompida em Nossa Senhora do Livramento – Foto: divulgação/PM

Ainda não há muitos detalhes sobre o rompimento. A Defesa Civil do município está no local e avalia os estragos.

A reportagem do AGORA MATO GROSSO, procurou a Secretaria de Estado Meio Ambiente (Sema), que encaminhou uma nota informando que equipes, em conjunto com a Agência Nacional da Mineração (ANM), já foram enviadas para o município. Conforme a nota, o proprietário da empresa teria informado que já tomou as primeiras providências, como a construção de diques de contenção.

Risco em potencial

A Agência Nacional de Mineração divulgou a lista de 30 barragens em Mato Grosso corretamente cadastradas. No entanto, a única apontada com risco alto de acidentes foi à barragem BR Ismael em Poconé, interditada após fiscalização no ano passado. Na ocasião, foram constadas algumas irregularidades e determinadas exigências para o retorno das operações.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.