O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou a 1ª estimativa da safra 2019/20 de milho em MT, com as previsões iniciais quanto à área cultivada e aos rendimentos no campo para o próximo ano agrícola. Assim, a perspectiva quanto à área é 2,36% maior em relação à safra 18/19, ficando prevista em 4,97 milhões de hectares.

Tal aumento se deve ao crescimento na demanda pelo cereal, principalmente, pela instalação de novas usinas de etanol a base de milho, em conjunto, com a demanda
internacional pelo grão. Em relação aos rendimentos, são esperadas 105,9 sc/ha na média do estado, ou seja, um decréscimo de 4,25% em relação à da safra 18/19, que por sua
vez, foi a maior já registrada pelo Instituto.

Outro ponto é a preocupação quanto a janela ideal de cultivo do cereal, visto
que a semeadura de soja segue lentamente neste início. Apesar das incertezas quanto a safra de soja, a expectativa é que a produção do milho mato-grossense para safra 2019/20 seja prevista em 31,62 milhões de toneladas.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.