Imagem: Mauro Carvalho e Mauro Mendes
Mauro Carvalho, chefe da Casa Civil e o governador Mauro Mendes – Foto: Secom-MT

Como já era esperado, o governador Mauro Mendes (DEM) saiu em defesa de seu compadre Mauro Carvalho, atual secretário-chefe da Casa Civil, que foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por crime de lavagem de dinheiro.

Na peça acusatória, que ganhou o noticiário nesta terça-feira (29), a procuradora da República, Vanessa Scarmagnani, ressalta que a denúncia é decorrente das investigações do MPF e da Polícia Federal na Operação Ararath.

Em resumo, o MPF afirma que Mauro Carvalho se utilizou da São Tadeu Energética S/A, empresa à qual é um dos sócios, para dar ares de legalidade a R$ 788,5 mil recebidos ilegalmente da Globo Fomento Ltda, empresa do delator da Ararath, o empresário Gércio Marcelino Mendonça, o Júnior Mendonça.

Ao ser questionado sobre a acusação contra seu homem de confiança, o governador ressaltou, nesta quarta-feira (30), que denuncia não significa condenação. “Eu já fui acusado pelo Ministério Público Federal e esse mesmo Ministério Público Federal depois me absolveu”, resumiu o democrata.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.