Imagem: José Borges e Rogers Jarbas e Zaqueu Barbosa
Chefe do MPE, José Borges, delegado Rogers Jarbas e o coronel Zaqueu Barbosa – Fotos: divulgação

O sorteio da Nota MT realizado nesta quinta-feira (10), em Sinop (MT), premiou o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, o delegado e ex-secretário de Segurança, Rogers Elizandro Jarbas, que é investigado na Operação Esdras, e o coronel da PM Zaqueu Barbosa, ex-comandante geral da Polícia Militar e réu num processo militar por causa nos esquema de grampos ilegais.

Cada um deles ganhou o valor de R$ 500. Além do trio, outros 1.005 contribuintes foram contemplados. No total, mil pessoas receberam R$ 500 e outras cinco foram sorteadas com a quantia de R$ 10 mil, cada uma delas.

Sorteados ilustres

Na Operação Esdras, Rogers Jarbas foi acusado de montar um esquema para afastar o desembargador Orlando Perri da relatoria de processos e recursos relacionados às investigações sobre escutas ilegais realizadas no âmbito da Polícia Militar na gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB).

Ele chegou a ser preso em setembro de 2017. Zaqueu Barbosa é um dos réus em processo criminal na Justiça Militar pelos grampos telefônicos clandestinos. O processo é decorrente do esquema de interceptações telefônicas clandestinas realizadas por militares durante o Governo Pedro Taques.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.