Imagem: grafite greta Alexandre Guedes 2
Promotor de Justiça Alexandre Guedes colocou em sua parede uma reprodução do grafite – Foto: Facebook

A polêmica envolvendo a adolescente sueca Greta Thunberg, ativista ambiental que ganhou ainda mais notoriedade mundial ao participar da Cúpula do Clima da ONU em Nova York neste ano, chegou a Mato Grosso.

Primeiramente, no município de Sinop (MT) onde o rosto dela foi estampado no Viaduto São Cristóvão no último final de semana e logo em seguida foi alvo de pichações e protestos de algumas pessoas e de vereadores que pressionaram pela retirada da arte com a imagem de Greta.

Imagem: greta grafite em viaduto de Sinop
Grafite da adolescente Greta Thunberg feito em viaduto de Sinop – Foto: divulgação

Diante da situação, o promotor de Justiça, Alexandre Guedes, da Promotoria de Defesa da Cidadania em Cuiabá, fixou na parede externa de seu gabinete uma reprodução do grafite feito no viaduto em Sinop.

Foi uma forma de se manifestar contra a retirada do grafite. “Proibiram em Sinop mas mandei colocar na parede da Promotoria. O bom da arte e isso. Você tenta apagar mas ela se reproduz”, escreveu o membro do Ministério Público em uma postagem em seu Facebook acompanhada da uma foto do quadro com o grafite afixado na parede.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.