Imagem: Autista lego estatua close
Davi e a estátua de Lego – Fotos: reprodução / Instagram

Davi de Oliveira Garcia, de 10 anos, emocionou a família esta semana ao montar a réplica da Estátua da liberdade com peças de Lego em 5 horas e meia – montagem indicada para adolescentes a partir dos 16 anos.

O menino de Serra, no Espírito Santo, tem autismo. Na última quarta-feira, 13, ele deu um tapa com luva de pelica no preconceito e na ignorância com sua “concentração, paciência, agilidade e raciocínio”.

“Já chorei muito por ele sofrer preconceito por ser autista e ser taxado de incapaz. Hoje choro de emoção por essa conquista dele. O mundo precisa parar de preconceito e acreditar na capacidade das pessoas”, disse a gerente comercial Raphaella de Oliveira, de 32 anos, mãe do Davi, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

O desafio

Raphaella confessa que teve receio quando o filho pediu para montar algo tão difícil, apesar de ter “hiperfoco em construir coisas e principalmente Legos”.

“Ele falou que queria montar a Estátua da Liberdade. Fiquei meio receosa porque são 1685 peças e recomendado para maiores de 16 anos. Depois parei e pensei: ‘se ele não conseguir montar, vai servir de experiência. Mas se ele conseguir vai ser mais um desafio concluído’. E assim foi. Mais uma vez ele provou que diagnóstico não é impedimento”, afirmou a mãe.

Ela conta que Davi comemorou a conquista: “Ele fica todo feliz. Fala que Autismo não é o fim, que ele é muito inteligente”.

Superação

Davi estuda na 5ª série no colégio EMEF Elpídia Coimbra. Ele foi diagnosticado com autismo leve quando tinha 6 anos. “A princípio tinha sido diagnosticado com TDAH com 4 aninhos”, contou a mãe.

“Agora ele se socializa bem, apesar da dificuldade na fala, é comunicativo e carismático. O que é de interesse dele, aprende muito rápido, Nunca se importou com barulhos, costumo dizer que ele gosta da bagunça”, brincou Raphaella.

Ela conta que sempre incentivou o filho a superar desafios.

“Desde o diagnóstico do Autismo o coloco pra desafiar seus limites. Hoje ele montou a réplica da Estátua da liberdade com 1685 peças de Lego, superando minhas expectativas e fazendo meu coração transbordar de alegria”, disse.

Ela postou a foto do filho com a réplica no Instagram e deixou esse recado:

“Um laudo nunca será empecilho para seu desenvolvimento, diagnóstico não define destino e hoje mais uma vez venho dizer AUTISMO NÃO É O FIM”, afirmou.

E questionou: “Qual o significado da palavra impossível?”.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.