Imagem: Adevair Cabral
Vereador Adevair Cabral – Foto: assessoria/Câmara de Cuiabá

A Câmara de Cuiabá promete ter uma sessão, no mínimo tensa, nesta terça-feira (4) com expectativa de discussões acaloradas e cobranças de um posicionamento da Mesa Diretora acerca do vereador Adevair Cabral (PSDB).

É que na semana passada vieram à tona duas denúncias contra o tucano. Uma delas aponta que ele teria importunado e assediado sexualmente uma enfermeira, ex-servidora da Secretaria Municipal de Saúde, a ponto de mandar até nudes no WhatsApp dela.

E foi essa foto que caiu nas mãos do vereador Abilio Júnior, o Abilinho (PSC) e agora vem causando polêmica, com direito a registro de boletim de ocorrência e promessas até de processo, por parte de Adevair.

Outra bomba foi a informação de que o Ministério Público Estadual (MPE) investiga Adevair por favorecimento da prostituição, exploração sexual de vulnerável e crimes contra a criança e o adolescente.

Há relatos, inclusive, de que a ONG Moral já cogita protocolar no Legislativo Cuiabano uma representação pedindo a cassação do mandato de Adevair Cabral por quebra de decoro parlamentar. É aguardar para ver os próximos capítulos…

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.