Imagem: idoso encontra filho close
Luiz Kurpan e Fernando Tolendall – Foto: Claudemir Fernandes/RPC Foz do Iguaçu

Um aposentado de 87 anos decidiu procurar por uma ex-namorada da época de juventude, na década de 1960 e acabou descobrindo que tem um filho de 65 anos.

Fernando Tolendall, que é de Brasília, pediu ao amigo policial federal João Gilberto Silva Cavalcante para fazer uma investigação e achar a ex.

O policial descobriu que a mulher morreu neste ano e que teve um filho, chamado Luiz Kurpan, que é muito parecido com Fernando Tolendall e hoje mora em Porto Seguro, na Bahia.

O encontro

O policial ligou para Luiz Kurpan para entender a história e combinou o encontro, que aconteceu na última segunda-feira, 25, em Foz do Iguaçu porque o filho já tinha uma viagem marcada para a cidade onde os pais se conheceram.

Quando viu o filho, o pai contou que nunca soube da gravidez. “Eu nem imaginava. Ela nunca me falou nada. Eu não sabia nem que estava grávida”, disse o pai ao G1.

O aposentado explicou que o casal namorou por dois anos. Depois dele tirar férias, os dois nunca mais se encontraram.

Criado por outra família

Já o filho, que hoje é empresário, revelou que a mãe biológica o entregou para ser criado por outra família.

Luiz Kurpan disse que sempre procurou pelo pai biológico, mas não tinha informações corretas e, por isso, não conseguiu encontrá-lo antes.

“Eu fui criado por uma família muito boa, que me ajudou muito. Mas sempre tinha aquela ansiedade de saber quem era o meu pai.”

“Não largo mais dele”

Os dois fizeram o teste de DNA, mas para o policial, a semelhança do filho com a irmã do aposentado entrega que o exame não é necessário.

Durante a conversa na terra das Cataratas do Iguaçu, onde tudo começou, pai e filho prometeram estreitar os laços familiares.

“Agora eu não largo mais dele. Vamos andar juntos, vamos pescar, vamos fazer tudo que nós podemos fazer”, disse Kurpan.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.