Imagem: Leonardo Heitor
Jornalista Leonardo Heitor é preso em aeroporto – Foto: Olhar Direto

O jornalista e ex-assessor de imprensa da Assembleia Legislativa, Leonardo Heitor Miranda Araújo, 38 anos, foi preso nesta segunda-feira (25), pela Polícia Civil no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, após desembarcar de um voo comercial.

Uma equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM), sob o comando da delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, cumpriu um mandado de prisão expedido contra o jornalista que é investigado sob acusação de assédio, importunação sexual e estupro.

A assessoria de imprensa da PJC confirmou a prisão do suspeito em cumprimento a uma ordem judicial. Em nota, informou que o mandado é relativo a um inquérito de crime contra a dignidade, que tramita na unidade policial. O mandado de prisão foi deferido pela 1ª Vara da Violência Doméstica e Familiar da Capital.

Ele será encaminhado para a Delegacia da Mulher da Capital e depois para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá. “Por se tratar de informações de crimes de natureza íntima, não informaremos detalhes neste momento”, ressaltou a PJC.

Leonardo, conforme fotos e seu status no WhatsApp, estava passeando em Salvador. Ele atualizou seu perfil com uma imagem na frente de um cartão postal da capital da Bahia e a seguinte legenda: “Turistando…”.

No início de outubro deste ano, pelo menos 12 mulheres, a maioria jornalistas de Cuiabá e Várzea Grande procuraram a Polícia Civil e denunciaram que foram vítimas do suspeito.

Elas relataram que o assédio acontecia através das redes sociais, principalmente o WhatsApp, onde ele puxava conversa usando nome falso e fotos de outra pessoa. Para algumas das vítimas ele chegava a mandar vídeos e fotos do órgão sexual dele.

Quando as denúncias vieram à tona, em outubro, uma das vítimas, que preferiu manter a identidade preservada, conversou com o AGORA MATO GROSSO e revelou ter sido, inclusive, vítima de chantagem feita pelo jornalista, como forma de intimidá-la.

“Nas abordagens, mandava a foto do pênis [exibindo a performance de que seria proprietário de um pênis avantajado de 24 cm]. E quando cheguei a bloquear ele continuava me importunando, utilizando outros números. todo dia recebia um bom dia junto com a foto do pênis. quanto mais eu o xingava, mais ele enviava”, revelou a jornalista.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.