Uma rápida caminhada por centros de compras populares nas cidades brasileiras e lá estão eles: os óculos de sol falsificados. Os preços baixos são o principal atrativo, mas isso pode custar caro para a saúde dos olhos.

A oftalmologista Lísia Aoki, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, afirma que o uso de óculos sem o mínimo de proteção contra radiação ultravioleta “pode causa uma série de doenças oculares”.

“Quando você está com uma lente mais escura, a sua pupila aumenta e entra mais luz. Se você não protege de forma adequada, entra mais radiação.”

Lísia explica que padrões internacionais exigem percentuais mínimos de proteção ultravioleta para lentes.

“Para você dizer que a lente protege contra a radiação ultravioleta, tem que ter uma proteção muito alta. Existem níveis de proteção que são de no mínimo 70% para alguns comprimentos de onda de radiação UV para serem certificados. Para outro, tem que ser de 90%.”

Um par de óculos de sol que não tenha a proteção considerada segura oferece alguns riscos aos olhos, segundo a médica.

“São desde coisas simples como ceratite, quando você tem uma alteração da córnea porque queima a superfície; pterígio, que é alteração da conjuntiva [parte branca do olho] associada à radiação ultravioleta UV; e até catarata.”

A ceratite surge poucas horas após a exposição aos raios solares, com sintomas como dor, lacrimejamento, sensibilidade à luz, entre outros. Esse tipo de lesão não costuma evoluir para quadros graves.

O pterígio e a catarata são problemas de longo prazo. A médica ressalta, no entanto, que essa última não pode ser exclusivamente associada à falta de óculos de sol com proteção adequada.

Não há estudos que comprovem a eficácia de lentes com proteção inferior à recomendada — abaixo percentuais estabelecidos. É possível verificar se a lente possui filtro UV em óticas que possuam um equipamento específico para isso.

A oftalmologista alerta ainda que óculos sem garantia de qualidade oferecem riscos em relação ao material usado para fazer as lentes.

“Se não for um material resistente a choques, por exemplo, a lente quebrada poderia causar um ferimento perfurante nos olhos.”

Segundo a médica, muitas lentes de baixa qualidade deixam a visão embaçada durante o uso.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.