Imagem: policial civil brasao
Polícia Civil deve investigar o caso – Foto: divulgação

Um homem que se identificou à Polícia Militar como agente da Polícia Judiciária Civil (PJC), foi preso neste domingo (3), acusado de agredir clientes e funcionários de um bar localizado no bairro CPA II, em Cuiabá. Ele tem 45 e seu nome não foi divulgado. Um amigo dele, de 23 anos, também foi detido.

Segundo informações da Polícia Militar, o gerente do bar acionou a guarnição para denunciar que um homem estava armado, bêbado e ameaçava os funcionários do local, alegando que era policial civil.

Ainda segundo o gerente, o acusado agrediu um rapaz de 19 anos, que trabalhava no bar, com socos na cintura e nas costelas. Ainda levantava a camiseta para mostrar a arma que estava em sua cintura.

Diante do relato, a guarnição se deslocou até a região e encontrou o suspeito em um veículo Siena, junto com um rapaz de 23 anos. Ele tentou resistir a abordagem e revista da PM.

No entanto, os PMs conseguiram retirá-lo do veículo e encontrar a arma que estava em sua cintura. Ele continuou reclamando da abordagem e, a todo momento, dizia que era policial e não seria detido.

Ele e o amigo foram algemados e levados para a Central de Flagrantes. O suposto policial ainda se recusou a fazer o exame de bafômetro. O veículo dele foi apreendido e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.